Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 116 | Ano 12 | Ago 2007
ENSINO PRIVADO
URCAMP/SÃO GABRIEL

No Campus de São Gabriel, os professores da Urcamp, desde abril deste ano, vêm recebendo seus salários mediante alvará judicial decorrente de ações do Sinpro/RS na Justiça. A primeira situação foi quando os salários de abril atrasaram. Então, o departamento jurídico do Sinpro/RS entrou com ação de cumprimento do pagamento de salários e pediu antecipação de tutela na Vara do Trabalho de São Gabriel. A juíza Titular, Márcia Barrilli, deferiu prontamente decisão favorável ao Sindicato e fixou, na ocasião, prazo de 48 horas e multa de R$ 2 mil/dia em caso de descumprimento da determinação. Como não houve o pagamento integral dentro do que foi estabelecido pela Justiça, a Universidade foi penalizada com as multas, além de ter bloqueadas as contas da instituição para que os salários fossem pagos, o que somente foi feito mediante alvará judicial. O mesmo ocorreu para a efetivação dos vencimentos de maio e junho. Este último, ainda teve a situação agravada pelo fato de nenhum professor ter recebido seus vencimentos, ou seja, a situação evoluiu de não-pagamento parcial para não-pagamento integral. As multas deverão ser apuradas e saldadas em momento posterior, quando ocorrer a liquidação das sentenças.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS