Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
Nº 151 | Ano 17 | Mar 2011
ENSINO PRIVADO
UERGS

Representantes do Sinpro/RS, Aduergs, Assuergs e Semapi participaram de audiência no Ministério Público Estadual, dia 23 de fevereiro, em que o governo anunciou a abertura de contrato emergencial para 60 professores para a Uergs. As entidades condicionaram a aceitação da medida à abertura de edital para concurso. “Vamos elaborar um documento ao MP pedindo que junto aos contratos emergenciais seja aberto edital de concurso para 120 professores, número que a Universidade precisa para atender com mais qualidade”, informa Amarildo Cenci, diretor do Sinpro/RS. O MP se comprometeu em encaminhar com o pedido ao governo. A contratação de professores faz parte das reivindicações feitas em janeiro por meio de documento conjunto das entidades. Restam ainda a implantação do Plano de Carreira e o projeto de autonomia orçamentária.

NEGOCIAÇÃO 2011 – As reivindicações 2011 dos professores da Uergs foram aprovadas em assembleia na sede do Sinpro/RS no dia 18 de fevereiro e tem como foco a implementação do Plano de Carreira até agosto de 2011, além do reajuste com reposição do INPC, 3,61% de resíduo passado e 5% de aumento real. Os professores também reivindicam adicional de titulação; ativi-dades de 40 horas com o máximo de 16 horas em sala de aula e recesso com pagamento de 100%.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS