SAÚDE

Condição de velhice poderá ser classificada como doença

Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Câmara dos Deputados promove debate sobre a nova classificação da Organização Mundial da Saúde
Da Redação / Publicado em 14 de julho de 2021
Especialistas serão questionados sobre a velhice como doença, sintoma ou fase da vida

Not available

Especialistas serão questionados sobre a velhice como doença, sintoma ou fase da vida

Not available

A Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Câmara dos Deputados realiza audiência pública na quinta-feira, 15, para discutir a inclusão da velhice na Classificação Internacional de Doenças (CID), pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O debate será no plenário 12, às 10h, e poderá ser acompanhado de forma interativa pelo e-Democracia.

Confirmaram presença na audiência o médico epidemiologista e consultor da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), Juan Escalante; o médico e gerontólogo, presidente do Centro Internacional de Longevidade (Brasil) e codiretor da Age Friendly Foundation, Alexandre Kalache; e a gerontologista Lidiane Charbel Souza Peres. Confira a lista completa de convidados.

A deputada Leandre (PV-PR), uma das autoras do pedido para realização da audiência, lembra que a nova edição de Classificação Internacional de Doenças, adotada em 2019 na Assembleia Mundial da Saúde e prevista para entrar em vigor a partir de 2022, trouxe uma alteração em que a condição de velhice passa a ser considerada doença.

“Importante ouvir especialistas que respondam a interrogações como: velhice então é uma doença, um sintoma, ou uma fase da vida? No que isso implica para a vida das pessoas idosas?”, observa a parlamentar.

Comentários

Siga-nos