Jornal Extra Classe - Jornalismo além da superfície
29/10/2018
EDUCAÇÃO
ENSINO PRIVADO

Um dia após o resultado das eleições, estudantes do Rosário, Santa Inês, Aplicação e Bom Conselho organizaram, via redes sociais, atos pró-democracia
Da Redação

Foto: reprodução Facebook

Estudantes realizaram ato na manhã desta segunda-feira, 29 de outubro, no Colégio Rosário

Foto: reprodução Facebook

Estudantes do Colégio Marista Rosário, de Porto Alegre, realizaram um manifesto na manhã desta segunda-feira, 29 de outubro, um dia após o resultado das eleições no país. De mãos dadas e vestidos de preto, os secundaristas formaram uma roda no vão central do prédio da instituição e, em coro, gritavam “seremos resistência”, em clara alusão à defesa de liberdade de expressão e contra o preconceito nas escolas diante de alardeadas supressões de liberdade que circularam apócrifas nas redes sociais durante a campanha presidencial. A ação foi idealizada pelos próprios alunos.

Via redes sociais os estudantes combinaram usar de uma cor única, a confecção de faixas e o uso de adesivos que indicavam a resistência do grupo ao fascismo. O ato ocorreu no intervalo de aula, no turno da manhã. Acesse o vídeo.

Atos semelhantes semelhantes  foram registrados nos colégios Santa Inês, Aplicação e Bom Conselho, também de Porto Alegre. Os alunos também usaram preto e se organizaram em um ato de resistência à políticas contrárias aos direitos humanos, mulheres e outros temas.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.
© Copyright 2014, Jornal Extra Classe - Todos os direitos reservados.

Os comentários estão encerrados.


CONTEÚDOS RELACIONADOS